5 de jun de 2009

Russo aumenta o pênis, mas se arrepende


A agência de notícias Life, da Rússia, anunciou ontem (04) em seu site, que um paciente russo identificado apenas como Konstantin passou por uma cirurgia para aumentar seu pênis em fevereiro, em uma clínica em Moscou, mas se arrependeu e agora quer desfazer a operação.

Na época da cirurgia, os médicos haviam alertado Konstantin que ele não necessitava fazer a operação, pois o tamanho de seu pênis "era normal". Mas ele argumentou que não estava satisfeito e queria ter um membro maior.

O homem, que tem 40 de idade, tinha aumentado seu pênis em dez centímetros, passando de 15 cm para 25 cm. No entanto, Konstantin se queixou para os médicos de que "a mudança não foi bem recebida pelas mulheres".

Konstantin voltou à clínica apenas um mês depois da cirurgia, implorando que os médicos revertessem a operação. Sua pretensão não foi atendida. O homem, então, ingressou com uma ação judicial, pedindo uma liminar. O juiz da causa determinou que - para que pudesse apreciar o pedido de antecipação da tutela - a clínica fosse, antes, ouvida.

Os médicos responderam que "clinicamente, a redução não será possível de ser feito agora, devendo o paciente esperar de seis a oito meses para fazer uma nova intervenção". A clínica complementou que "para definir a data provável da cirurgia, o cliente deverá retornar para exames dentro de cinco meses".

O juiz, então, julgou a ação extinta, sem julgamento do mérito.

Fonte: Estúrdio

Um comentário:

Oba! Que bom que esteve por aqui dando uma especulada no meu cantinho. Esteja à vontade e volte sempre.
Só não serão publicados comentários anônimos.
Beijos!

BlogBlogs.Com.Br